VAMOS EM BUSCA DO AUMENTO REAL


Nesse momento, é muito importante a gente lembrar do que temos passado nos últimos  nos: desemprego, reajustes salariais abaixo da inflação e acordo menores do aqueles que os nossos trabalhadores sempre conquistaram. Isso tudo baseado em um discurso de que a economia ia mal e que as empresas metalúrgicas sentiam os efeitos disso. Mas essa desculpa acabou! Em 2017 o Brasil vem mostrando reação em alguns setores da economia.

Nas últimas semanas foram divulgados os dados da economia do Brasil, da indústria, dos setores de máquinas, metalúrgicas e indústria automotiva. Muitos deles foram positivos. Vimos a inflação baixar, a venda de veículos aumentar e a exportação de caminhões crescer. Também tivemos anúncios de que as montadoras começaram a investir novamente no  Brasil. Por isso nesse momento: vamos em busca do aumento real de 1,5% para o trabalhador, de aumentos no vale-mercado, bons abonos salariais e melhores PLRs.

Se quando o Brasil estava em crise os metalúrgicos tiveram que pagar essa conta, nesse momento de retomada, nada mais justo do que os trabalhadores também sintam na prática a melhora nesses setores. Por isso vamos pra cima, que a luta continua!


Sérgio Butka
Presidente do Sindicato dos Metalúrgicos da Grande Curitiba, da Federação dos Metalúrgicos do Paraná (Fetim) e da Força Sindical do Paraná.

Recomendamos para você


Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado.


*