Empresa norte-americana vai implantar chips nos funcionários

Para agilizar tarefas, chips serão utilizados para abrir portas, acessar computadores e compartilhar informação, a partir de 1º de agosto


Uma empresa norte-americana quer implantar chips em seus funcionários, a partir de 1º de agosto. O microprocessador a ser inserido custa US$ 300 e é do tamanho de um grão de arroz.

Segundo informou o site The Verge, 50 empregados da desenvolvedora de software Three Square Market se ofereceram como voluntários. O microprocessador será inserido entre o polegar e dedo indicador dos trabalhadores, de forma indolor.

A intenção é facilitar tarefas simples, agilizando o acesso a informação em computadores e outros dispositivos. Ações como abrir portas, fazer cópias de documentos e liberar o pagamento de compras se tornarão mais rápidas.

A empresa de Wisconsin assegura que não colocará em risco a privacidade dos empregados, alegando que os dados armazenados no chip serão criptografados e, portanto, não poderão ser rastreados.

A questão levanta debates. Para alguns, implantar um chip de identificação sob a pele pode ser considerado o passo natural à “internet das coisas”, rumo a uma sociedade no qual a tecnologia estará a serviço do ser humano, incrustada em seu corpo.

Para outros, que uma empresa proponha a seus funcionários que insiram no organismo uma “cápsula” é por si só uma perda de liberdade e privacidade, rumo a uma sociedade na qual a tecnologia, a serviço de governos e empresas, serve para controlar os cidadãos.

Recomendamos para você


1 Comments

  1. Isso já é o fim dos tempos,a marca da besta como descrito na Bíblia a volta de Jesus está muito próxima,arrependam se dos seus pecados e aceitem Jesus Cristo como seu Salvador!

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado.


*