De acordo com a Folha de S.Paulo, “Bolsa Empresário” deve custar R$ 224 bi em 2017


A “Bolsa Empresário”, uma relação de subsídios e desonerações tributárias concedidas pelo governo às indústrias, custará, segundo a Folha de S.Paulo, R$ 224 bilhões no ano que vem.

O jornal chegou a este valor após análise da proposta de Orçamento para 2017 enviada pelo governo ao Congresso. Ao contrário de outros gastos, a “Bolsa Empresário” não sofrerá reajustes para “equilibrar as contas nacionais”.

O valor ao setor produtivo equivaleria, parafraseando o periódico paulista, aos gastos realizados pela ex-presidente Dilma Rousseff atualizados pela inflação.

Esses R$ 224 bilhões também são bem mais que o valor a ser destinado em 2017 ao Bolsa Família, de R$ 29,7 bilhões, e aos investimentos em educação e saúde, de R$ 33,7 bilhões e R$ 94,9 bilhões, respectivamente.

Fonte: Folha de S.Paulo e Exame

Recomendamos para você


Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado.


*